Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais celebra eucaristia por seu padroeiro

Jornalistas e profissionais da comunicação festejam São Francisco de Sales

Como a Igreja celebra hoje o padroeiro dos jornalistas, São Francisco de Sales, o Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais convidou profissionais do setor para celebrar a eucaristia às 9h30 desta manhã na igreja romana de Santa Maria in Transpontina, situada diante da sede do dicastério.

A missa foi presidida por dom Claudio Maria Celli, presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, e concelebrada por um grande número de sacerdotes. Estiveram presentes vários jornalistas credenciados junto à Sala de Imprensa do Vaticano e jornalistas vinculados a instituições vaticanas.

Durante a homilia, dom Celli fez referência à leitura do Evangelho, ao chamado de Jesus aos doze apóstolos. Ele convidou os presentes a refletirem sobre a profissão “de informadores e criadores de redes comunicativas na sociedade, à luz da vitória de Cristo sobre a cruz que indica o caminho da verdade a ser anunciada”.

O prelado mencionou também a mensagem do papa para a 48ª Jornada Mundial das Comunicações Sociais, apresentada ontem, destacando que a importante tarefa dos comunicadores tem que desenvolver uma cultura do encontro em ambientes que podem provocar divisões.

"Que a nossa alegria não consista em ser os primeiros a dar a notícia ou em organizar o congresso mais interessante, e sim no fato de estarmos com Jesus, perto dele, segui-lo, fazer as mesmas escolhas que Ele, compartilhar a mesma sorte dele, entre os pobres e os malfeitores".

Celli pediu que todos rezem pelos jornalistas, fotógrafos e "quantos trabalham para contar a verdade, em especial por aqueles que perderam a vida em terras de conflito, nas quais se impõem restrições à informação".

Foi com a constituição apostólica Pastor Bonus, publicada pelo beato João Paulo II no consistório de 28 de junho de 1988, que a então Pontifícia Comissão para as Comunicações Sociais se transformou, em 1º de março de 1989, no Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais e, assim, em dicastério da Círia Romana. 

Conforme a constituição apostólica, este dicastério se ocupa das questões relacionadas com os instrumentos de comunicação social, a fim de que, por meio deles, também a mensagem de salvação e o progresso humano sirvam ao incremento da civilização e da tradição.  A Constituição Apostólica afirma ainda que, “no cumprimento das suas funções, o Pontifício Conselho deve proceder em estreito contato com a Secretaria de Estado”, além de divulgar “as comunicações oficiais referentes aos atos do Sumo Pontífice e à atividade da Santa Sé”.

Fonte: Zenit