Você é um Homem ou um menino?

1- Meninos querem as coisas do jeito dele - Homens fazem as coisas que devem ser feitas;

Você já viu um marmanjo ficar irritado com alguma coisa? Sim?

A chance dele ser um menino é altíssima. As pessoas irritadas são as mais infantis que se possa imaginar. Fantasiam um mundo confortável e cheio de encanto onde o bandido morre no final. Mas quando se deparam com uma realidade dura e que contraria seus desejos ele senta (se mostra apático), grita (ou desconta na mãe) e chora (começa a reclamar e resmungar). Quer a comida daquele jeito, assim ou assado.. é cheio de condições.

Um homem não perde seu tempo com autopiedade, ele simplesmente faz o que deve ser feito. Nem tudo sai ao seu gosto, a louça não fica limpa se ele não limpar e o dinheiro não chega na conta se não trabalhar. O homem sabe que nem tudo é do jeito que ele idealiza. Portanto, mesmo as tarefas chatas são feitas.

2. Meninos não sabem se comunicar com as pessoas - Homens sabem o que querem e negociam as condições;

Acostumados com a mãe que simplesmente adivinha quando a fralda está suja, os meninos pensam que todos são assim.

Ele acha que pelo simples fato de ter pensado ou desejado algo a outra pessoa tem a obrigação de adivinhar e fazer. Mas se alguém consegue esse prodígio não é o suficiente, pois não foi exatamente do jeito que o bebê queria (nem ele sabe direito).

Os homens conseguem perguntar a si mesmos o que querem da vida.

E como consequência aprendem a pedir educadamente, desprendidos do resultado, afinal ninguém é seu escravo. Em último caso sabem negociar condições para que todos saiam ganhando.

3. Meninos têm medo mas não agem - Homens têm medo e mesmo assim agem;

A fantasia de catástrofe é o medo preferido dos meninos. Ele realmente acreditou na mãe e acha que tudo vai dar errado sem as condições ideais. Não faz nada se não tiver plena segurança. Vive numa zona de conforto e nunca arrisca sua imagem de menino esperto.

Os homens sabem que podem falhar, fracassar e perder, temem por isso, no entanto, agem. Como fazem parte do jogo da vida estão dispostos a arriscar mesmo que nem tudo saia como planejaram. Eles usam a criatividade e inventam um plano B.

4. Meninos reagem às situações - Homens pensam, ponderam e agem (e até se previnem)

“Por que você fez isso?”, pergunte a um menino.

Resposta: “ele que começou!” (apontando para outra criança)

Essa cena clássica representa a maneira típica dos meninos, eles reagem. Nenhum argumento lógico que você exigir dele será suficiente, pois ele não consegue assumir sua responsabilidade na história.

Os homens ponderam suas ações porque sabem que o mundo não vai acabar hoje. Sabem que reações impulsivas podem ter consequências trágicas. Pensam antes de agir e se previnem para que nada chegue ao limite.

5. Meninos acham que vai dar tudo certo - Homens sabem que existem limites e consequências

É próprio da criança não ter capacidade mental para perceber que se pular de um lugar muito alto pode se machucar feio. Alguns adultos ainda não conseguem perceber isso. Eles têm aquela fantasia de que basta um forte desejo e tudo vai sair como querem. Vivem “no mundo da lua”.

Homens sabem que algumas palavras e atitudes têm consequências sérias para suas vidas e dos demais.

Sabem que tem limites, não se subestimam ou superestimam. Assumem o seu próprio tamanho sem autopiedade ou arrogância.

6. Meninos são irresponsáveis - Homens assumem compromisso

Os meninos falam que vão e não vão. Chegam atrasado, perdem as coisas, se confundem e criam bagunça. Pensam que pra tudo se dá um jeito (fantasia da mamãe onipresente).

Para quem já sabe ver hora no relógio e tem agenda não tem muita justificativa para certas desculpas furadas.

Homens não tem medo de perder a liberdade por causa da disciplina. Sabe que a disciplina confere liberdade. Compromissos não o assustam: casar, comprar uma casa, estabelecer vínculos não são problemas, pois sabe se movimentar em qualquer cenário.

7. Meninos zombam da vida e dos outros - Homens saem da zona de conforto e aceitam desafios

Os meninos querem impressionar os pais e superar as meninas. Adoram chegar primeiro, passar na frente e tirar vantagem. Pensam que o mundo é um parque de diversões.

Homens saem da zona de conforto, encaram impasses, aceitam desafios e se superam. Equilibram seriedade e leveza.

Isso tem uma explicação simples: olham a vida como ela é e tem jogo de cintura para não levar tudo rigidamente à sério.

8. Meninos querem ser espertos, mas são apáticos - Homens são firmes e posicionados

Já viu aquele adolescente que parece super disposto a tudo, mas quando você o pressiona ele não sabe nem apertar um parafuso? Se perguntar para ele o que está sentindo ele responde “um troço aqui”(apontando para o peito).

Conhecem muito pouco de si mesmos.

Homens são firmes, na postura e na vida. Podem até cair, mas caem com intensidade, vida e emoção.

 9.Meninos são passivos e egocêntricos - Homens fazem aquilo que é útil para os outros

De cada 10 palavras dita, 9 se referem a EU. Meninos são mimadinhos. Querem tudo do jeito deles, manipulam, constrangem, chantageiam e conseguem as coisas do jeito deles. São passivos, pois querem que os outros os sirvam. Pensam que o mundo é feito de mordomos e serviçais. Acham que todos são figurantes no seu filme psicológico.

Um homem procura aquilo que beneficia o maior numero de pessoas. Já percebeu que não vive num mundo isolado e que precisa dos outros, mas sabe que os outros precisam dele também. Sabe o que deseja e luta por aquilo que é bom para ele, mas não apaga as pessoas ao seu redor.

10.Meninos não sabem o que querem da vida - Homens tem uma visão clara da vida (mesmo que isso mude depois)

Desorientação é marca fundamental de um menino. Ele tem muito tempo pela frente para decidir. Portanto, pode esperar para decidir o que vai comer, vestir, estudar, trabalhar e com quem se relacionar.

Em sua fantasia a ‘eternidade’ está a seu dispor. Por isso não decide nada, mas também não avança em nada.

Um homem sabe para onde está seguindo e suas ações tem um objetivo específico. Isso não quer dizer que ele seja inflexível e teimoso (isso é coisa de menino), mas está aberto ao aprendizado da vida. Está sempre reciclando e ampliando seus horizontes, cada nova perspectiva o alavanca para seguir adiante.

Imagino que você deve estar se perguntando se é um menino ou um homem. Pergunte às pessoas a seu redor que lhe conhecem e ficará surpreso com as respostas.

Autor:  Frederico Mattos, psicólogo.
Disponível em Blog Carmadélio